quinta-feira, 18 de março de 2010

Apenas uma gota de água no mar...


Ontem li algo em um livro que me fez refletir por horas.
Na frase atribuída à Teresa de Calcutá, senti toda a pequenez dos meus esforços em fazer o bem.
Estava escrito assim: ¨O senhor não daria banho em um leproso nem por 1 milhão de dólares? Eu também não. Só por Amor se pode dar banho em um leproso¨.
Pensei e repensei se não seria eu também como esta pessoa a qual ela argumenta com tanta humildade.
Será que realmente estamos dispostos a fazer o bem pelo bem e sem olhar a quem?
Será que lá no fundo ainda temos total certeza de praticar uma caridade totalmente desinteressada?
Há várias passagens no desenrolar do texto que me fizeram refletir o quanto preciso ainda aprender sobre caridade. Não falo aqui de esmolas, de obrigações humanitárias, faxina no armário de roupas, enfim coisas válidas, mas como dito no referido texto ¨a verdadeira caridade começa após estas ações¨.
Eu também nunca havia pensado antes assim, porque acreditamos muitas vezes que estas coisas são a caridade e não o que vem depois delas...
Mas o que vem depois?
Coisas como: atenção, tempo, ouvidos dispostos a ouvir, compaixão, amizade, compromisso, aconchego, interesse verdadeiro, enfim algo tão mais difícil de doar do que qualquer quantia do salário. E como dizem na propaganda ¨coisas que não tem preço¨.
O que aquietou um pouco meu coração foi outra frase mencionada no livro, onde aprendi que só estou no começo da caminhada, de meus esforços em evoluir no bem e no amor. Dizia: ¨Aquilo que fazemos não é senão uma gota de água no mar. Mas o mar seria menor se lhe faltasse uma gota¨.
Então, depois de frases como estas, só resta-me refletir um pouco mais sobre como colocar em prática isto na vida diária, sair dos condicionamentos e espalhar minhas gotinhas por aí.
Indico para quem se interessar por este assunto o referido livro, que ainda estou lendo, mas já valeu muito a pena: ¨A Força Eterna do Amor¨, de Robson Pinheiro.
Espalhem hoje suas gotinhas!

Paz e Luz!

Virvinhas

Nenhum comentário:

Postar um comentário